História de superação, felicidade e sucesso profissional de Kika Mamede

11781668_865318190189609_5908196044446603828_n

Tive o presente de conhecer nessa semana, uma linda Menina de Quarenta…sua história muito me encantou…Depois de passar por muitos obstáculos da vida, Kika Mamede me encantou com suas metas : Superação, Felicidade e Sucesso profissional.

Na maioria das vezes, pra mudar de vida, basta tomar uma decisão. Todo o resto é consequência. Qualquer um pode mudar o seu destino ou pelo menos alterar uma realidade desfavorável. Para a corretora de viagem Kika Mamede, 43 anos, a mudança foi radical.

Há 11 anos, ela entrou no consultório médico para programar uma cirurgia de redução de estômago. Com 1,61m, pesava 90 quilos e não estava satisfeita. Operou e dois anos depois havia perdido 30 quilos. Mas, sentiu que precisava fazer alguma coisa para evitar que todo o peso perdido voltasse. Na malhação, encontrou o estímulo que precisava.

A vontade de emagrecer e manter uma vida saudável uniu a consultora de viagens Kika Mamed, 43 anos, e Marcos Leão, 48 anos, médico responsável pela cirurgia bariátrica dela. Eles se conheceram no consultório em Salvador, mas a amizade e o romance só viraram realidade após eles se reencontrarem em um grupo de corrida depois da cirurgia.

O gosto pela corrida só aumentava e, três meses depois da cirurgia,  Kika corria outra meia, na Disney. Aliando trabalho e diversão, começou a organizar grupos de viagem para destinos cobiçados, seguindo o calendário de provas tradicionais.

Assim, ela correu as meias-maratonas de Milão, Paris, Praga, Roma e Berlim. A corrida virou vício e os quilos perdidos jamais ameaçaram voltar. Nem mesmo quando Kika, por motivos médicos, teve que interromper os treinamentos.

dsc05927

Se alguém dissesse a Kika que o cirurgião responsável por reduzir seu estômago seria, sete anos depois, seu namorado, ela provavelmente daria uma gargalhada. Uma coincidência, dessas que não se explica, fez com que os dois se reencontrassem numa corrida e, depois de muito treinarem juntos, a parceria virou romance.

Kika retornou algumas vezes ao consultório de Marcos Leão para revisões da cirurgia. O cirurgião não se surpreendeu quando soube que ela começaria a correr. “A gente sempre aproveita a cirurgia para incentivar hábitos saudáveis”, diz Marcos.

Mas foi quando ele mesmo resolveu se cuidar que o destino lhe pregou uma peça. Há seis anos, o médico decidiu ouvir os próprios conselhos e parou de fumar. Entrou na academia e corria na esteira. Um dia, sem porquê, decidiu disputar uma “prova boba”, de 3 quilômetros, no Itaigara. Gostou e decidiu correr uma de 10 quilômetros. “Nessa prova eu reenconteri Kika”, lembra. Entrou, então, no mesmo clube de corrida e, entre uma passada e outra, a parceria deslanchou. “Ter um parceiro de corrida é muito bom, mas se um tiver problema, os dois param”, brinca Marcos.

1904083_636800613041369_1344238225_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: